Jovem de 17 anos morre após receber 'chupão' no pescoço

Jovem de 17 anos morre após receber 'chupão' no pescoço



Foto: Reprodução/ R7

Um "chupão" no pescoço levou à morte de um adolescente de 17 anos, na Cidade do México. De acordo com investigações da polícia, Julio Macías Gonzales chegou em casa com sua noiva de 24 anos, identificada apenas como Íris, e, durante o jantar, começou a ter convulsões. Seus pais rapidamente chamaram uma ambulância. Após prestar os primeiros socorros na casa do jovem, os paramédicos o levaram para o hospital, segundo o site R7. No entanto, Julio não sobreviveu. Durante a necropsia, os médicos identificaram um grande "chupão" no pescoço do rapaz. As informações publicadas no Bahia notícias dão conta que a lesão deu origem a um coágulo de sangue que chegou ao cérebro e provocou a embolia. Os pais de Julio responsabilizaram Íris por sua morte. A jovem está desaparecida, e a polícia segue investigando o caso.
Mais informações »
Polícia Rodoviária Estadual divulga resultado da Operação Festival de Inverno 2016

Polícia Rodoviária Estadual divulga resultado da Operação Festival de Inverno 2016

Foto: divulgação

A Companhia Independente de Policiamento Rodoviário divulgou na manhã desta segunda-feira (29) os resultados da operação realizada durante a operação Festival de Inverno 2016, que aconteceu em Vitória da Conquista entre os dias 25 e 28 de agosto. Na operação foram empregados um efetivo de 44 policiais, 5 viaturas e ao todo foram abordados 528 veículos. 


Mais informações »
Acesse o site da Quartzolar, conheça os produtos e simuladores de cores e consumo

Acesse o site da Quartzolar, conheça os produtos e simuladores de cores e consumo


Para maior comodidade do cliente, a empresa Quartzolar Argamassa e Rejunte oferece um moderno site, com informações e simuladores incríveis, para que a sua obra saia como você deseja. Acesse o site e confira os mais modernos simuladores de cores e de consumo, para que não haja desperdícios e que o seu ambiente fique com um aspecto diferenciado, com a cor que você sempre sonhou. Para ter acesso a aba de simuladores, acesse o site www.quartzolar.com.br, clique na aba 'serviços' e logo após escolha a opção desejada.  Adquirindo os produtos Quartzolar, o cliente estará adquirindo o que existe de melhor no setor, com os melhores preços, durabilidade e economia surpreendente, pois os produtos rendem muito mais. A empresa Quartzolar - começou atendendo a clientela local, depois atuando nas cidades circo vizinhas e atualmente atende toda a Bahia, norte de Minas e sudoeste do Piaui, com produtos excelentes e de fácil aplicação.  Para maiores informações e compras entre em contato através dos telefones 0800 024 3077 ou (77) 99145-8824, através do site www.quartzolar.com.br ou do endereço eletrônico (e-mail) sac@quartzolar.com.br.

Conheça os nossos produtos;

A Argamassa Quartzolar AC1, é uma argamassa de alta aderência composta de cimento, agregados minerais selecionados e aditivos especiais não tóxicos. Peso: 20Kg. AC1 é Indicada para assentamento de revestimento de cerâmica formato até 50x50cm em paredes e pisos em ambientes internos e superfícies com temperatura constante de 5ºC a 32ºC. Não indicada para áreas externas, piscinas, saunas e porcelanatos.




A Argamassa Quartzolar AC2, é uma argamassa de alta aderência composta de cimento, polímero, agregados minerais selecionados e aditivos especiais não tóxicos. Peso: 20kg. Indicada para assentamento de revestimento de cerâmica, uso interno externo, como garagem e passeios. Não indicada para piscinas, saunas e porcelanatos.






A Argamssa Quartzolar AC3, é uma argamassa de alta aderência composta de cimento, polímero, flexibilizantes, agregados minerais selecionados e aditivos especiais não tóxicos. Peso: 20kg. Por ser abundante em polímero, garante a aderência de revestimento com baixa absorção de água como piso, assentamento de porcelanatos, 80x80cm, pastilhas de porcelanas, pedras naturais, fachadas, ambientes aquecidos, como: saunas, piscinas e áreas com trânsito intensos de pessoas e veículos.


A Argamassa Quartzolar AC3 Branca, é uma argamassa de alta aderência composta de cimento, polímero, flexibilizantes, agregados minerais selecionados e aditivos especiais não tóxicos. Produzida com as melhores matérias-primas que existe no mercado de construção civil, possibilitando maior resistência e melhor trabalhabilidade. Com características branca, alta resistência e melhor acabamento. Peso: 20 kg. Por ser abundante em polímero, garante a aderência de revestimento com baixa absorção de água como o piso sobre piso, bloco de vidro, pastilha de vidro, porcelanatos, grandes formatos.


A Argamssa Quartzolar Especial Porcelanato, é uma argamassa colante formulada com aditivos químicos que garantem super aderência, super flexibilidade e resistência mecânica além de ser uma massa leve e possuir ótimo rendimento. Peso: 20kg. Indicada para assentamento de revestimento de cerâmicas, como porcelanatos de até 80x80cm em áreas internas e externas, em pisos e paredes.




O Rejunte Flexível Tipo II Quartzolar é um rejunte super liso, não trinca, antifungos, impermeável, composto de cimento polímero, agregados minerais, pigmentos inorgânicos e aditivos químicos. Peso: 1kg. Indicado para junta de cerâmica de 2 a 10mm em ambientes internos e externos, em pisos ou paredes. Não indicado para rejuntar juntas falsas e cerâmicas esmaltadas. Aconselhável usar 28% de água.




O Rejunte Resinado Porcelanato Quartzolar é um rejunte super liso, não trinca, antifungos e impermeável, composto de cimento polímero, agregados minerais, pigmentos inorgânicos e aditivos químicos especiais. Peso: 1kg. Indicado para juntas de cerâmicas de 1 a 16mm em ambientes internos e externos, como: fachadas, piscinas, saunas e porcelanatos, em pisos e paredes. Aconselhável usar 22% de água.






Agora que você sabe tudo sobre o assunto, é só passar nas melhores lojas do ramo e conferir a linha completa dos produtos QUARTZOLAR que vão deixar a sua obra ainda mais bonita e com um acabamento impecável .



Mais informações »
Tomar aspirina a cada três dias reduz risco de infarto, aponta pesquisa

Tomar aspirina a cada três dias reduz risco de infarto, aponta pesquisa

Por Elaine Patricia Cruz / Agência Brasil,



O ácido acetilsalicílico (AAS), conhecido como aspirina, é utilizado para prevenir o infarto, a doença vascular periférica ou o acidente vascular cerebral (AVC). No entanto, o uso constante e diário da aspirina costuma provocar complicações gastrointestinais nestes pacientes. Mas um estudo desenvolvido por pesquisadores brasileiros concluiu que tomar aspirina a cada três dias pode ser tão eficiente quanto na prevenção dessas doenças e também evita as complicações gastrointestinais causadas pelo uso diário do medicamento. O estudo foi coordenado por Gilberto De Nucci, professor da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP). “De uns 35 anos para cá, verificou-se que a aspirina tem um efeito benéfico seja no tratamento do infarto seja como profilaxia do infarto. O problema de usar aspirina é que ela tem um efeito colateral importante, causando irritação no estômago. Essa irritação pode não dar sintomas e o paciente pode apresentar uma hemorragia gástrica”, explicou. O que se fazia até então para reduzir esses efeitos colaterais, segundo De Nucci, era reduzir a dose de aspirina. “Toda a literatura [médica] dos últimos 35 anos procurava reduzir a dose de aspirina para minimizar o risco da hemorragia gástrica. Mas demonstramos a segurança desse sistema terapêutico”, disse. “Tem pacientes que não tomam aspirina, e que deveriam tomar, porque [a aspirina] apresenta risco de hemorragia muito alto. Mas agora demonstramos que esse esquema terapêutico é tão benéfico quanto os anteriores com a vantagem demonstrada de não causar nenhuma irritação”, ressaltou. O estudo, desenvolvido por cerca de um ano, teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e da Biolab Farmacêutica e foi publicado no The Journal of Clinical Pharmacology.

A pesquisa

O ácido acetilsalicílico evita que as plaquetas se agrupem e obstruam os vasos sanguíneos. Por isso é que popularmente se diz que o AAS “afina” o sangue. Por outro lado, ao mesmo tempo, a aspirina atua na mucosa gástrica, diminuindo a produção de prostaglandinas – substâncias lipídicas que protegem o estômago e o intestino. Durante o estudo de doutorado de Plinio Minghin Freitas Ferreira, na USP, sob orientação de De Nucci, 24 voluntários sadios foram divididos em dois grupos. Metade deles recebeu AAS todos os dias durante um mês. A outra metade recebeu o medicamento a cada três dias e, no intervalo dos dias, apenas placebo (substância sem efeito direto em doenças, simulando um medicamento). Neste período, os voluntários passaram por diversos exames como endoscopia, biópsia gástrica, teste de agregação plaquetária e medição do nível de prostaglandina, por exemplo. “Quando fizemos esse estudo, verificamos que, quando tomada a aspirina de três em três dias a eficácia para prevenir a formação do trombo era a mesma. Entretanto, a produção de prostaglandina, quando se tomava [a aspirina] todo dia, havia redução de 50%. Quando tomava de três em três dias, não havia redução da produção de prostaglandina”, disse o coordenador do estudo.
Mais informações »
Dilma faz hoje sua defesa no plenário do Senado

Dilma faz hoje sua defesa no plenário do Senado

Foto: reprodução

A presidenta afastada Dilma Rousseff vai hoje (29) ao Senado se defender das acusações de ter cometido crime de responsabilidade em 2015. Ela responde ao processo de impeachment, sob a alegação de ter editado em 2015 decretos de crédito suplementar sem autorização do Congresso e também de usar dinheiro de bancos federais em programas do Tesouro [as chamadas pedaladas fiscais]. A petista foi afastada da presidência da República pelo Senado há mais de 100 dias. Na última semana, o Senado ouviu os depoimentos das testemunhas de defesa e de acusação na quinta (25), sexta (26) e sábado (27). Dilma começa a falar às 9h. Inicialmente, terá 30 minutos para a apresentação, mas esse tempo poderá ser prorrogado por mais 30 minutos. A critério do presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, que comanda o julgamento do impeachment, a presidenta afastada poderá ter mais tempo na fase inicial. Depois da fala de Dilma, terão início os questionamentos dos senadores. Cada parlamentar terá até cinco minutos para fazer perguntas. O tempo de resposta de Dilma é livre e não será permitida réplica e tréplica. Dilma também poderá deixar de responder às indagações dos parlamentares.  Mais da metade dos 81 senadores já se inscreveram para questionar Dilma Rousseff. O depoimento de Dilma será acompanhado no plenário por cerca de 30 convidados dela. Entre eles estão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente do PT, Rui Falcão, do PDT, Carlos Lupi, vários ex-ministros do governo, além de assessores e outras pessoas próximas. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), colocou à disposição da acusação de Dilma o mesmo número de cadeiras que disponibilizou para a petista. A expectativa é de que a o depoimento dure todo o dia e se estenda até parte da noite. Os senadores que apoiam o impeachment garantem que não haverá enfrentamentos, mas que irão fazer todos os questionamentos. Eles entendem que o comparecimento da presidenta afastada ao plenário não mudará os votos dos senadores. Os parlamentares contrários ao impeachment, no entanto, acreditam que a fala dela vai mudar votos. O senador Lindberg Farias (PT-RJ) disse que os aliados de Dilma estão depositando todas as esperanças no depoimento. “Acho que vai ser um dia em que o Brasil vai parar. Acho que a presidenta pode mostrar ao país que está sendo vítima de uma injustiça e que não há crime de responsabilidade. Acho que é um dia que pode virar o jogo”, afirmou.
Mais informações »
Banco Central cobra dos bancos melhorias na solução de reclamações de clientes

Banco Central cobra dos bancos melhorias na solução de reclamações de clientes

por Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil,

Foto: reprodução
O Banco Central (BC) quer melhorias no acesso dos clientes bancários às ouvidorias das instituições financeiras e na solução de problemas. No primeiro semestre deste ano, o BC recebeu mais de 17,5 mil reclamações de clientes contra os bancos. O diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania do BC, Isaac Sidney, que tomou posse recentemente no cargo, tem feito reuniões com os responsáveis pelas ouvidorias de instituições financeiras. O objetivo é mostrar a importância do relacionamento dessas instituições com o consumidor e “do nivelamento de expectativas quanto ao cenário desejável de médio prazo”. Na última semana, foram recebidos representantes do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, do Bradesco, Itaú, Santander, Citibank, Safra, Votorantim, BNP Paribas e PAN. O presidente do BMG - primeiro colocado no ranking de reclamações ao longo de todo o primeiro semestre deste ano - , Ricardo Guimarães, também se reuniu com o diretor, no início deste mês. Isaac Sidney informou que pretende fazer encontros periódicas com os representantes dessas e de outras instituições financeiras para avaliar o relacionamento com o cidadão e discutir ações de melhoria. O BMG passou a liderar o ranking de reclamações de clientes contra instituições financeiras com mais de 2 milhões de clientes, em janeiro deste ano. Desde então, tem dito que o rankingdo BC “promove a comparação de instituições financeiras com realidades distintas”. Em dezembro de 2015, quando tinha menos de 2 milhões de clientes, o banco ficou em segundo lugar no ranking feito com as instituições menores. As principais reclamações registradas contra o BMG, no primeiro semestre deste ano, foram relacionadas a cartão de crédito consignado, irregularidades no Custo Efetivo Total (CET) de operação de crédito e insatisfação com a resposta recebida referente à reclamação feita no Banco Central. No último dia 11, o BC anunciou mudanças no ranking de reclamações, com a ampliação da base de clientes e do critério de segmentação das instituições financeiras. Isso poderá umentar de 2 milhões para 4 milhões o número de clientes por instituição. Com as mudanças, o rankingpassa a ser divulgado com periodicidade bimestral. O próximo será publicado no dia 15 de setembro. A insatisfação com serviços e produtos oferecidos por instituições financeiras pode ser registrada no Banco Central e as reclamações ajudam na fiscalização e regulação do Sistema Financeiro Nacional. O BC encaminha a reclamação do cliente ao banco, que tem dez dias úteis para responder, com cópia para o órgão fiscalizador. Além da fiscalização, as reclamações registradas servem para melhorias na regulação, para fazer o ranking e para iniciativas de educação financeira. O Banco Central recomenda, entretanto, que a reclamação seja registrada primeiramente nos locais onde o atendimento foi prestado ou no serviço de atendimento ao consumidor (SAC) da instituição financeira. Se o problema não for resolvido, o cidadão pode ainda recorrer à ouvidoria do banco, que terá prazo máximo de 15 dias para apresentar resposta. Os clientes bancários também podem buscar atendimento no Procon e recorrer ao Poder Judiciário.
Mais informações »
Justiça Eleitoral lança serviço online para denunciar propaganda irregular

Justiça Eleitoral lança serviço online para denunciar propaganda irregular

Foto: reprodução / Muvuca Popular

Está disponível na página do Tribunal Regional Eleitoral o sistema “Denúncia On line” para denúncia de propaganda eleitoral irregular feita nas ruas ou na internet. Nas últimas eleições municipais, em 2012, o número de denúncias recebidas por meio do sistema chegou a 11.661. No “Denúncia On line”, o cidadão preenche um formulário, a ser direcionado à zona eleitoral onde ocorreu a irregularidade e que será encarregada da fiscalização da propaganda eleitoral. O denunciante receberá um número de registro com o qual pode consultar o andamento do processo. Constatada a irregularidade, o juiz da zona eleitoral poderá determinar a retirada da propaganda. O sistema não aceita denúncias anônimas, sendo obrigatória a identificação do denunciante, mas os dados pessoais ficarão restritos à Justiça Eleitoral e não constarão do expediente instaurado para constatação da irregularidade. O cidadão também pode denunciar pessoalmente, no cartório ou no Ministério Público. Além disso, os próprios servidores dos cartórios eleitorais, se constatarem irregularidades, podem notificá-las ao juiz. Eles também estarão incumbidos das diligências para confirmação dos casos. O Denúncia On line não responderá a consultas e não receberá denúncias de propagandas eleitorais relativas a rádio, TV e jornais – que têm um tipo de tramitação específica. Vale lembrar também que esse é um sistema específico para denúncias de propaganda e não poderá ser utilizado para denúncias de outros assuntos ligados às eleições.

Mais informações »
Brumado: Carro invade canteiro central na João Paulo I e bate em árvore

Brumado: Carro invade canteiro central na João Paulo I e bate em árvore

Foto: Se liga Brumado

O acidente foi registrado na Avenida João Paulo I, nas proximidades do trevo que faz ligação a Avenida Centenário. Segundo informações, o acidente teria acontecido no último sábado (27). Na ocasião, um veículo modelo Siena, com placa policial JSJ-7451 invadiu a passarela e atingiu uma árvore. Não há informações sobre o proprietário do automóvel. Não houve registro de feridos.                                                                                                                                                               

Mais informações »
Brumado: Polícia apreende homem portando arma de fogo na Fazenda Piabanha

Brumado: Polícia apreende homem portando arma de fogo na Fazenda Piabanha

Foto: divulgação

Em apoio ao Ministério Público de Brumado em cumprimento de mandados de busca e apreensão na cidade de Brumado, a guarnição da 34 CIPM/PETO localizou na fazenda Piabanha, um Revólver Cal 32 em posse de Reginaldo Silva Lima, 33 anos. O homem Foi preso em flagrante e encaminhado à 20 COORPIN para medidas cabiveis.
Mais informações »
Planserv alerta para riscos ligados ao fumo

Planserv alerta para riscos ligados ao fumo

Foto: reprodução

O hábito de fumar configura-se como um fator de risco para inúmeras doenças graves. Para alertar seus beneficiários a este respeito e com objetivo de incentivar a redução do número de fumantes no Estado, o Planserv – Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais apoia o Dia Nacional de Combate ao Fumo - 29 de agosto.  No Brasil, há motivos para celebrar a data: a parcela de fumantes acima de 18 anos caiu 28% nos últimos oito anos, de acordo com a Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), ligada ao Ministério da Saúde. Outro dado relevante que comprova essa queda está relacionado ao percentual de fumantes passivos em casa, que foi reduzido de 12,7% em 2009 para 10,2% em 2015. No local de trabalho, o índice caiu de 12,1% para 9,8% da população brasileira. O número de fumantes permanece maior entre os homens (14,4%) do que as mulheres (8,6%). Apesar dos avanços e da maior conscientização das pessoas a respeito dos prejuízos do fumo, grande é a prevalência de patologias associadas ao vício. Além das doenças cardíacas e vasculares, que têm um incremento importante de risco com o uso do cigarro, outro perigo decorrente do tabagismo é a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), será a terceira principal causa de morte no mundo em 2020. A DPOC refere-se a um grupo de doenças pulmonares que bloqueiam o fluxo de ar, tornando a respiração difícil. Só no Brasil, cerca de cinco milhões de pessoas sofrem com o problema. De acordo com a pneumologista e professora universitária Ana Cláudia Costa Carneiro, as mulheres são mais propensas a desenvolvê-lo em idade mais precoce e com maior comprometimento da função pulmonar. “Estudos mostram que as mulheres com gravidade de doença semelhante aos homens apresentam maior grau de falta de ar, ansiedade e depressão, com pior qualidade de vida e menor sobrevida. Isto é muito preocupante, pois ainda que os homens fumem mais, o aumento da prevalência da DPOC em mulheres está ligado à dificuldade de muitas mulheres em conseguir a suspensão do hábito”, pontuou a especialista. Segundo a médica, outro vilão perigoso é o câncer de pulmão. “Em 4.720 substâncias identificadas em funções químicas da fumaça do cigarro, mais de 60 apresentam atividade cancerígena que pode atingir não só o pulmão, mas também órgãos como boca, faringe, esôfago, estomago, pâncreas, bexiga e rim”, destacou. O sistema digestório também é agredido pelo hábito de fumar. O refluxo gastroesofágico, que acomete de 10 a 20% da população, é muito mais intenso em fumantes. Além disso, fumar aumenta a incidência de úlceras gástricas e duodenais, entre outras complicações. Estudos mostram que uma intervenção mínima, como a utilização de materiais de autoajuda, pode ajudar pessoas dispostas a parar de fumar. Aconselhamentos, tratamento medicamentoso e terapia de reposição de nicotina sob a forma de adesivos, entre outras intervenções, podem fazer toda a diferença. “Costumo dar algumas dicas preciosas aos pacientes que desejam se livrar do vício: quando surgir a vontade de fumar, vale degustar palitinhos de cenoura; beber goles de água gelada e colocar cravo ou canela na boca”, contou a pneumologista Ana Cláudia Costa Carneiro. Também é importante escovar logo os dentes após as refeições, evitar o consumo de bebida alcoólica, especialmente logo após a cessação do habito de fumar; ocupar as mãos com o celular ou um livro quando tiver que ficar longos períodos em espera; substituir o café por suco ou chá e praticar uma atividade física regular sob a orientação de um educador físico. “Cada pessoa pode desenvolver a sua estratégia, avaliar seus gatilhos, ou seja, aquilo que lhe desperta a vontade de fumar, e traçar alternativas para lidar com eles. O importante é não desistir. Vencer o vício é possível”, encoraja a médica.
Mais informações »